Exchange Programs

21º Simpósio Internacional de Atualização em Oftalmologia da Santa Casa de São Paulo

Em 2014 o Instituto Strabos participou como convidado do 21º Simpósio Internacional de Atualização em Oftalmologia da Santa Casa de São Paulo.

Intercâmbio internacional

Intercâmbio Instituto Strabos – Strabismus Research Foundation

null

Dra. Iara Debert

São Francisco, EUA – 2014-2015.
The Smith-Kettlewell Eye Research Institute, San Francisco, USA.
Strabismus Research Foundation, San Francisco, USA.
University of California, San Francisco, USA.

Minha pesquisa de pós-doutorado está sendo realizada na Strabismus Research Foundation (SRF) em São Francisco em colaboração com o Instituto Strabos.

Aqui na SRF estou tendo a oportunidade de participar de estudos de grande interesse no que se refere a novas abordagens para tratamento de estrabismo. Meus projetos de pesquisa são:

  • Tratamento farmacológico de estrabismo em músculos eletricamente silenciosos: injeção guiada por estimulação elétrica.
  • Injeção de bupivacaína para tratamento de estrabismo: estudo clínico com resultados após 5 anos de seguimento.

O Instituto Strabos e o Dr. Mauro Goldchmit foram fundamentais para que essa conexão internacional acontecesse.

Desde os primeiros dias aqui na SRF, logo notei que o ambiente era incrivelmente tomado de ciência, criatividade e inspiração. Mas foi só após alguns meses de convívio com meus supervisores, Alan Scott e Joel Miller, que pude perceber algo mais: não pode haver invenção na ausência de tenacidade.

“Inspiração leva a invenção. Tenacidade é o terreno fértil para a inspiração.” (Momofuku Ando, humanitarista e inventor do macarrão instantâneo!)

Ouvi essa frase na SRF e é com essa mesma idéia que vejo o Instituto Strabos acontecer: a partir de um sonho, mas com muita coragem e persistência de seu fundador.

Dra. Iara Debert

Os braços do Instituto Strabos

null

Dr. José Mario Rocha de Andrade

São Francisco, EUA – 2015.
The Smith-Kettlewell Eye Research Institute, San Francisco, USA.
Strabismus Research Foundation, San Francisco, USA.
University of California, San Francisco, USA.

O Instituto Strabos – Pesquisa, Ensino e Ação Social -, jovem que é, nasceu com braços longos e abre portas para quem, com o espírito do Strabos, dispõe-se a pesquisar, inovar, ensinar e ajudar nas áreas do desenvolvimento visual e prevenção/correção dos estrabismos.

Dr. Mauro Goldchmit fez os contatos e eu fui para a Califórnia, para San Francisco. Dra. Iara Debert, mestra e doutora pela Universidade de São Paulo me recebeu e foi a primeira a me introduzir ao momento mágico que o Dr. Mauro chamou de: “Mundo inimaginável de ciências básicas e pesquisas de alto nível de complexidade para o nosso cérebro”. Ela trabalha com Dr. Alan Scott desenvolvendo aparelhos e criando técnicas para levar estímulos inervacionais balanceados aos músculos oculares externos em um trinômio: criatividade, oficina e testes em coelhos, visando aplicação em seres humanos.

Dra. Iara Debert

Seu trabalho é maravilhoso e apaixonante com expectativas de, em pouco tempo, ter aplicação em humanos, criando ferramentas para uma nova era da estrabismologia.

No “Dia dos Residentes de Oftalmologia da Universidade da Califórnia de San Francisco” a programação constou de uma apresentação de 11 trabalhos científicos realizados pelos Residentes e uma Conferência Magna do Professor Convidado do National Eye Institute, at Bethesda, Dr. Wai T. Wong, Pesquisador e Chefe da Unidade de Interações da Neuroglia em Doenças da Retina.

Se levarmos em conta que a Universidade de Harvard foi fundada em 1.636, que a primeira Faculdade do Brasil, a de Medicina de Salvador, foi fundada com a chegada da Família Real Portuguesa em 1.808, a primeira Universidade, a do Paraná, foi fundada em 1918, que o orçamento para ensino e pesquisa nos Estados Unidos é significativamente maior que o nosso, não é de se estranhar que o nível dos trabalhos lá apresentados tenham uma sofisticação e tecnologia melhores que os nossos.

No Smith-Kettelwell Eye Research Institute – SKERI – fui apresentado como amigo do Dr. Mauro Goldchmit, respeitado e querido por todos. Dr. John Brabyn, pesquisador e diretor executivo do Instituto fez um “lab tour” comigo. Em cada uma das pequenas salas do Instituto havia um pesquisador trabalhando em um universo sem fronteiras para a imaginação e a criatividade. Ali se respirava genialidade, trabalho duro e paixão, mas na verdade havia uma limitação: os trabalhos necessariamente visavam o benefício dos pacientes.

Com Dr. Alan Scott e Dra. Lori Likova

Do desenvolvimento de programas para ajudar deficientes visuais a localizar faixas para pedestres com smartphones, ou mapas tácteis para espaços grandes como estações de metrô a estudos com ressonância magnética funcional e novos testes para avaliar a função visual como áreas de atenção, visão com glare, acuidade visual com baixo e alto contraste e estudos dos movimentos de seguimento registrados com laser, tudo lá despertava em mim a sensação do novo, eu que completo 40 anos de profissão utilizando hoje os mesmos testes visuais desde a década de 70, voltei com a sensação que uma nova era da oftalmologia está para começar.

Com Dr. John Brabyn

Dr. Jampolsky nos falou no CLADE de 2013 sobre o “Paradigma do Perna de Pau”. Como avaliar a função da perna de pau se eliminamos a perna boa? Nós deveríamos fazer testes de visão binocular para avaliar a função do olho amblíope, como nos ensina o “Paradigma do Perna de Pau”, disse ele, e esses testes estão em desenvolvimento.

Viajar nos ensina, estimula, oferece novas perspectivas para enxergar, acima de tudo voltamos com sementes que irão germinar aqui em nossa terra e se o Strabos é jovem, se tem braços longos, tem mestres fantásticos e nasce em um momento especial da Estrabismologia, uma nova era de imagens, desenvolvimento e inovação.

Dr. José Mario Rocha de Andrade

Depoimento

null

Dra. Abiola Mould-Shalom

São Paulo, Brasil- 2015.
National Hospital Abuja, Federal Capital Territory, Nigeria.
Universidade Federal de São Paulo, Brasil.
Instituto Strabos, São Paulo, Brasil.

A Dra. Abiola Mould-Shalom é oftalmologista em Abuja, capital da Nigéria. Ela esteve no Brasil durante os últimos três meses participando do Departamento de Oftalmopediatria da Unifesp, como estagiária internacional. Ela também frequentou o Curso de Formação de Especialistas durante os meses de maio e junho de 2015.

“It has been a worthwhile experience for me in Brazil (Unifesp) and also at Instituto Strabos. I have seen cases like Brown, bilateral Duane and others I had not previously seen in my practice.

Dras. Bruna de Andrade e Abiola Mould-Shalom

The tutorials at the Institute in addition to the clinical and surgical exposures I have had have given me confidence to start strabismus surgery when I return to Nigeria.
I hereby express my sincere appreciation to the Institute for receiving me as their guest.
Viva o Instituto Strabos! Muito obrigada!!!”

Dra. Abiola Mould-Shalom
National Hospital Abuja, Nigeria